CBH-Piranga promove cerimônia de lançamento de programas ambientais em Viçosa

22/06

As ações, , terão como foco a recuperação de nascentes, melhorias no saneamento rural e combate à geração de sedimentos na bacia.

 Evento será realizado no dia 23 de junho, no Auditório do Prédio de Florestas da Universidade Federal de Viçosa (UFV).

Cientes das deficiências ambientais da bacia, principalmente no que se refere à disponibilidade de água e de serviços de saneamento básico, o Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Piranga (CBH-Piranga) uniu esforços para a implantação de três programas na bacia: Controle de Atividades Geradoras de Sedimentos Expansão do Saneamento Rural e o de Recomposição de Áreas de Preservação Permanentes (APPs) e Nascente As ações, que começarão a ser implementadas na bacia ainda em 2016, serão oficialmente apresentadas à comunidade em cerimônia agendada para o dia 23 de junho, às 13h, no Auditório do Prédio de Florestas da Universidade Federal de Viçosa (UFV).

Programas

Através do levantamento de áreas críticas e prioritárias, o Programa de Recomposição de APPs e Nascentes tem como foco a recomposição ou adensamento de matas ciliares e de topos de moro, além da caracterização e recuperação de nascentes e áreas degradadas. Esse programa prioriza a melhoria da quantidade e qualidade da água na bacia aumentando, assim, a vazão nos afluentes do Rio Doce.

Já o programa de Expansão do Saneamento Rural visa a implantação de sistemas de abastecimento de água e coleta e tratamento de esgoto para população rural, com aproveitamento racional e disposição adequada dos resíduos coletados.

O terceiro programa que será lançado é o programa de Controle das Atividades Geradoras de Sedimentos que prevê a elaboração de um diagnóstico específico, com mapeamento, identificação a campo, caracterização de processos erosivos e proposta de remediação de áreas degradadas geradoras de sedimentos, especialmente os relativos às estradas vicinais e caminhos de serviço das propriedades rurais.

“As ações previstas nos programas contam com duas etapas, sendo a primeira de planejamento, diagnóstico e projeto e a segunda etapa de execução dos projetos, podendo abranger atividades como construção de barraginhas, realização do Cadastro Ambiental Rural (CAR), cercamento de nascentes, instalação de estruturas para tratamento de esgoto, entre outros”, explica a analista de programas e projetos do IBIO-AGB Doce, Cynthia Castro.

Os programas estão previstos para o Plano de Aplicação Plurianual (PAP) para o exercício de 2016 à 2020 em toda a Bacia do Rio Doce. “O foco são as propriedades rurais. Por  exemplo, ações de controle de sedimentos provenientes da erosão do solo, da falta de cobertura vegetal e outros”, concluí Cynthia.

Saiba mais

Para saber outras sobre os programas e como aderir à iniciativa, os municípios devem acessar o Edital de Chamamento Público, disponível no site do IBIO-AGB Doce.

Plenária CBH-Piranga

Também na quinta-feira (23), na parte da manhã, será realizada a 13º reunião ordinária do CBH-Piranga. Entre os pontos de pautas está a avaliação da proposta de encaminhamento da implementação dos Planos Municipais de Saneamento Básico (PMSBs) nos municípios da bacia, em ação conjunta com o Consórcio Intermunicipal de Saneamento Básico da Zona da Mata (CISAB). Também será apresentado ao colegiado, pelo promotor de justiça Leonardo Castro Maia, as ações do Ministério Público após o rompimento da barragem de Fundão, ocorrido no dia 05 de novembro do ano passado, e a atuação do MP em relação à implantação dos PMSBs na Bacia do Rio Piranga.

© 2016 CBH-Doce - Todos os direitos reservados

Rua Afonso Pena, 2.590 | Centro | Governador Valadares | Email: cbhbaciadoriodoce@gmail.com