Brejetuba, Laranja da Terra e Afonso Claudio elaboram programa de Educação Ambiental

28/10

Representantes de municípios se reuniram no último dia 27, durante Fórum que abordou o tema

IMG_3314

Representantes dos municípios de Brejetuba, Laranja da Terra e Afonso Claudio, que pertencem à Bacia Hidrográfica do Rio Guandu, se reuniram no dia 27 de outubro para elaborar em conjunto um programa de Educação Ambiental. Realizado em Afonso Claudio, o Fórum de Educação Ambiental também reuniu o prefeito Wilson Berger Costa, e membros das secretarias de Educação e Agricultura do município e do Sindicato dos Produtores Rurais.

Estímulo ao debate

Coube a Denise Lima Rabelo, mestre em Educação Ambiental, moderar o encontro e listar as propostas para um modelo a ser implantado em todo o Estado do Espírito Santo.  Na abertura, ela destacou que o Fórum tem o objetivo  de “ouvir a comunidade,  estimular o debate e colher sugestões para um planejamento de educação ambiental”.

“O programa é, basicamente um aprofundamento do plano. Os objetivos setoriais do plano baseiam os objetivos gerais do programa. É um documento que detalha as diretrizes e medidas instrumentais e estabelece o quadro de referência do projeto”, acrescentou .

Discussão em grupos

Os participantes se dividiram em três grupos para propor sugestões ao programa. O primeiro grupo ficou responsável por pensar a educação ambiental voltada para o produtor rural. Marcela Arnholz Kloss, diretora da Escola Municipal Córrego Francisco Correa, em Afonso Claudio, afirmou que há recursos para investimentos, mas, muitas vezes, o produtor rural é esquecido. Segundo ela, é preciso “ir até o produtor rural” para valorizar o trabalho do campo e conscientizar esta população, desde a infância, da importância de preservar os recursos naturais.

O segundo grupo propôs ações voltadas para área urbana, com foco na educação de pais e alunos. E destacou a necessidade de todos conhecerem as leis e diretrizes estaduais que se relacionam à educação ambiental.

O terceiro grupo, por sua vez, apresentou sugestões dirigidas a prefeituras, empresários e mídia. A estratégia é planejar as ações e dialogar com as autoridades utilizando os meios de comunicação disponíveis.

Relatório final

As sugestões coletadas darão origem a um relatório final a ser encaminhado ao Programa Estadual de Educação Ambiental. No encerramento do encontro, a presidente do CBH-Guandu, Ana Paula Bissoli agradeceu a participação dos municípios e lembrou que “este é o momento de focar na educação para despertar a consciência ambiental na população”.

© 2016 CBH-Doce - Todos os direitos reservados

Rua Afonso Pena, 2.590 | Centro | Governador Valadares | Email: cbhbaciadoriodoce@gmail.com