CBH-Caratinga entrega imagens e mapas a oito municípios contemplados com programa P31

06/02

No dia 03 de fevereiro, durante reunião ordinária do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Caratinga (CBH-Caratinga), realizada em Santa Bárbara do Leste, foram entregues as imagens de satélite e mapas para oito municípios da bacia contemplados com o Programa de Convivência com as Cheias (P31). Esse material é um importante instrumento de gestão que auxilia na tomada de decisão em áreas urbanas propicias à ocorrência de cheias. Além do P31, foram assinados os termos de cooperação para a concretização do Programa de Recomposição de APPs e Nascentes (P52) no município de Santa Bárbara.

Outro assunto deliberado durante plenária foi a aprovação do regimento interno do comitê, adequado para atender a deliberação normativa nº52/2016 do Conselho Estadual de Recursos Hídricos (CERH). O documento foi aprovado por unanimidade pela plenária. Na sequência, o analista do IBIO-AGB Doce – entidade equiparada às funções de agência de águas da Bacia do Rio Doce – Miqueias Calebe, apresentou a proposta orçamentária para os recursos da cobrança estadual destinados ao custeio da entidade.

O diretor-presidente do IBIO, Eduardo Figueiredo complementou as informações e falou sobre atuação da entidade. “Há cinco anos trabalhamos diretamente com os comitês da Bacia do Rio Doce, porém, desde 2001, atuamos com a recuperação ambiental. Nossa relação com os CBHs, tanto em Minas quanto no Espírito Santo, foi construída com muito trabalho e aprendizado. Em 2017 um novo contrato foi assinado e queremos fortalecer ainda mais nossa relação”, comentou Figueiredo.

A ideia é que os comitês vejam o IBIO como uma equipe única, com objetivos voltados para recuperação dos mananciais. “Nós temos uma equipe que trabalha diretamente e exclusivamente com os comitês, que são os funcionários da agência, mas temos também funcionários que atuam com a captação de recursos, doações e também parcerias voltadas para a recuperação ambiental. “Temos uma equipe técnica extremamente qualificada e o Rio Doce é o nosso foco. Porém, para o êxito dos trabalhos é fundamental que os comitês acompanhem de perto nossas ações”, destacou Figueiredo.

Entrega dos produtos do P31

Os comitês que compõem a Bacia Hidrográfica do Rio Doce priorizaram, no Plano Integrado de Recursos Hídricos da Bacia do Rio Doce (PIRH Doce), o P31, que prevê a realização de atividades de monitoramento, através de dados hidrométricos das estações fluviométricas e pluviométricas, registros da defesa civil e acompanhamento da ocupação de áreas de risco por imagens de satélite.

Neste primeiro momento, em atendimento ao trabalho de monitoramento, que prevê o uso de imagens de satélite para acompanhamento da ocupação de áreas de risco, os comitês que compõem a Bacia do Rio Doce, realizaram a aquisição de imagens digitais de satélite com alta resolução espacial e respectivos modelos digitais do terreno e curvas de nível de áreas urbanas de 26 municípios da Bacia do Rio Doce, sendo que oito deles estão localizados na bacia do Rio Caratinga.

Na Bacia do Rio Caratinga, oito municípios receberam as imagens e os mapas. São eles: Caratinga, Santa Bárbara do Leste, Santa Rita de Minas, Ubaporanga, Inhapim, Dom Cavati, Tumiritinga e Conselheiro Pena.

Além dos produtos adquiridos serem importantes para os próximos passos do P31, eles podem oferecer outros usos para os municípios, como possibilitar o monitoramento das expansões urbanas, identificar ocupações em áreas susceptíveis a inundações, mapear ruas, dentre outras finalidades, permitindo auxiliar no planejamento urbano para a provisão de infraestrutura e regulação do uso do espaço. Para mais informações sobre o programa acesse nosso site: https://goo.gl/PkkUyw

Recuperação de nascentes

O CBH-Caratinga está investindo cerca de R$ 500 mil no Programa de Recomposição de APPs e Nascentes (P52), no município de Santa Barbara. A cidade se tornou pioneira do programa em toda a Bacia do Rio Caratinga. Durante plenária, foram assinados dois termos de cooperação com produtores rurais da região que receberão adubo doado pelo Instituto Estadual de Florestas (IEF) para revitalização das nascentes. O P52 tem foco no levantamento de áreas críticas e prioritárias para recomposição ou adensamento de matas ciliares e de topos de moro, além da caracterização e recuperação de nascentes e áreas degradadas.

Saiba mais sobre o programa: https://goo.gl/IBmltF

© 2016 CBH-Doce - Todos os direitos reservados

Rua Afonso Pena, 2.590 | Centro | Governador Valadares | Email: cbhbaciadoriodoce@gmail.com