Entenda a articulação entre CBHs da Bacia do Rio Doce e o programa Reflorestar do Governo do Estado do Espírito Santo

20/03

Os comitês da porção capixaba da Bacia do Rio Doce contam com o Reflorestar, do Governo Estadual, como forte aliado nos projetos de recuperação da bacia. O programa tem o objetivo de promover a restauração ambiental e a geração de oportunidades e renda para o produtor rural. Como consequência dessa parceria e articulação dos CBHs, em setembro de 2015, foi celebrado o contrato n° 34/2015 entre o IBIO – entidade delegatária e equiparada às funções de agência de água da Bacia Hidrográfica do Rio Doce – e a empresa V&S Florestas e Sustentabilidade Ltda. Por meio do Programa de Recomposição de APPs e Nascentes (P52), o contrato prevê a prestação de serviços como a elaboração de Cadastro Ambiental Rural (CAR) e de projetos de plantio de espécies florestais para fins de conservação e adoção de práticas rurais sustentáveis em 600 propriedades na área de atuação dos comitês.

Essa contratação faz parte de um arranjo institucional, em que os comitês de bacia hidrográfica dos rios Guandu, Santa Maria do Doce e Pontões e Lagoas, por meio do IBIO, financiam o CAR e dos projetos técnicos, enquanto o Governo do Estado do Espírito Santo (SEAMA), por meio do Programa Reflorestar, financia os insumos necessários para as intervenções nas propriedades rurais, bem como os mecanismos de pagamento por serviços ambientais (PSA) inseridos no programa.

Ao todo, 16 municípios estão sendo contemplados com o arranjo entre o Comitê da Bacia do Rio Doce (CBH-Doce), os comitês da porção capixabas e o Governo do Estado. São eles: Baixo Guandu, Laranja da Terra, Afonso Cláudio e Brejetuba, na área de atuação do CBH-Guandu. Colatina, São Roque do Canaã, Santa Teresa, Itaguaçu e Itarana, que pertencem à Bacia do Rio Santa Maria do Doce. E Linhares, Marilândia, Rio Bananal, Governador Lindemberg, Vila Valério, Águia Branca e São Gabriel da Palha, na área de atuação do CBH Pontões e Lagoas do Rio Doce.

Entenda o Reflorestar

O Projeto Reflorestar é uma iniciativa do Governo do Estado do Espírito Santo e tem como objetivo promover a restauração do ciclo hidrológico por meio da conservação e recuperação da cobertura florestal, com geração de oportunidades e renda para o produtor rural, estimulando a adoção de práticas de uso sustentável dos solos. A meta é a recuperação de 80 mil hectares até 2018, por meio de ações de restauração e conservação da vegetação nativa, desmatamento evitado e arranjos florestais de uso sustentável, conforme previsto pelo Governo do Estado no Planejamento Estratégico 2015/2018.  Saiba mais no site: https://seama.es.gov.br/programa-reflorestar

© 2016 CBH-Doce - Todos os direitos reservados

Rua Afonso Pena, 2.590 | Centro | Governador Valadares | Telefone: (33) 3212-4350