Município da Bacia do Rio Guandu é reconhecido como Capital Estadual da Biodiversidade

17/08

Moradores de Afonso Cláudio, que pertence à Bacia Hidrográfica do Rio Guandu, no Espírito Santo, receberam, com orgulho, a notícia de que a cidade se tornou a “Capital Estadual da Biodiversidade”. O título, proposto pelo deputado estadual José Carlos Nunes (PT), foi aprovado na Câmara dos Deputados, conforme Lei 10.646, de 27/04/2017, sancionada em 28/04/2017.

Com o título, a “Cidade das Cachoeiras”, como é conhecida na região, entrou definitivamente para a história da biodiversidade brasileira. “Afonso Cláudio sempre foi um município rico em belezas naturais e características únicas, com formação rochosa, cachoeiras, vales e áreas cobertas pela Mata Atlântica”, comenta o atual prefeito, Edélio Guedes. Esse conjunto, preservado pelos munícipes, garante a biodiversidade no município, tão explorada pelos pesquisadores.

Atlas do Rio Guandu

Um dos documentos que contribuiu e embasou a escolha da cidade como referência na biodiversidade foi o “Atlas do Rio Guandu”, financiado pelo Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Guandu (CBH-Guandu). No documento foram identificadas as características socioambientais da bacia, juntamente com toda a biodiversidade de fauna e flora encontradas na região. Além disso, há relatórios sobre a qualidade da água do Rio Guandu e os impactos ambientais, proteção e recuperação do solo.

Riqueza de espécies

O papagaio Chauá e o Muriqui do norte, ambos em risco de extinção, podem ser observados em diversos pontos do município. Já no Cantinho dos Três Pontões, observadores e pesquisadores encontram pássaros raros, como a Águia Chilena e outras espécies.

Para ampliar a visibilidade da cidade, será criada uma comissão com a participação de toda comunidade para a escolha do pássaro símbolo de Afonso Cláudio. “A nossa ideia é que toda sociedade participe. Vamos convidar as escolas a fim de envolver os alunos nessa questão tão importante. Acredito que será um sucesso a participação do povo na escolha de nosso pássaro símbolo”, relatou a presidente da Associação Turística, Maria Penha Rocha Vieira. O turismo de observação de aves é forte na região, sendo uma atividade de baixo impacto que contribui com a economia e promove a preservação da biodiversidade.

Informações: Prefeitura de Afonso Cláudio

Crédito: Foto: Kennedy Lenk e João Andrade

© 2016 CBH-Doce - Todos os direitos reservados

Rua Afonso Pena, 2.590 | Centro | Governador Valadares | Telefone: (33) 3212-4350